A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2007-12-09

A arte do BCP para domar jornalistas...


BCP exibe a arte de bem domar a comunicação social


Miguel Abrantes, na Câmara Corporativa, tece comentários sobre a conferência de imprensa onde Jardim Gonçalves (JG) anunciou a sua saída do BCP e chama a atenção para o facto, MUITO SIGNIFICATIVO, de nenhum jornalista ter aproveitado a oportunidade para questionar JG sobre as irregularidades cometidas no BCP...

«A parte folclórica da conferência de imprensa em que Jardim Gonçalves anunciou a sua saída do BCP foi profusamente difundida pelos media: “Não exercerei funções sociais no banco mas não saio do banco”. Até aqui, nada de novo: ninguém diz de si próprio que está morto, muito embora mal enterrado.

O que é surpreendente na conferência de imprensa é a circunstância de os jornalistas terem Jardim Gonçalves ali à mão e ninguém lhe ter pedido um breve comentário sobre as irregularidades cometidas enquanto presidente do banco (divulgadas três dias antes pelo Expresso).

Conferências de imprensa assim controladas, sim.

Qual é a agência de comunicação do BCP?

Qual é, qual é? »




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!