A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2009-12-15

O jornalismo dominante parece ter horror ao que é positivo

Iconografia Jornalismo II (18K)
Manuel Pinto no "Página 1": «Em nome de um conceito pobre de noticiabilidade, o jornalismo dominante, parece ter horror ao que é positivo. Notícia a sério é negativa e, se possível, catastrófica. Se uma qualquer instituição, personagem ou situação tiver de ser notícia por algo que se assemelhe a coisa boa e exemplar, mister se torna descortinar uma mancha, uma “petite histoire” para fazer a notícia. O negativismo é contaminante: mesmo o positivo tem de ter um caso que destoe e gere a pimenta e o frisson de que se faz o paladar do nosso jornalismo imperante.

Dir-se-á que a realidade não anda para brincadeiras e que é difícil encontrar motivos razoáveis que sustentem um jornalismo menos carregado de tintas negras e de borrascas iminentes. Mas não nos diz a experiência que é precisamente em tempos de crise e de desvario que se geram os actos mais ousados de inventiva e de dádiva?
(...)
Em rigor, não é de um jornalismo positivo (em contraponto a um jornalismo negativo) aquele de que vitalmente carecemos. O que falta é, pura e simplesmente, jornalismo que tome consciência dos filtros com que olha e selecciona o que se passa à sua volta e procure restituir-nos uma imagem menos truncada e mais completa de Portugal e do Mundo. »



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!