A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2008-09-04

As fanfarronadas ocidentais

Luciano Amaral, no "Meia Hora" de hoje, diz algumas verdades sobre as quais todos devemos meditar.

«Em Maio de 1939, o pacifista francês de direita Marcel Déat perguntava: “Morrer por Danzig?” De facto, quem, em França, estava disposto a combater por uma obscura disputa territorial entre a Alemanha e a Polónia? Quatro meses depois, Hitler entrava na Polónia e começava a II Guerra Mundial; um ano depois, entrava em França e subjugava-a em três semanas.

Em Agosto de 2008, a Geórgia também aprendeu que os americanos e os europeus não estão dispostos a morrer por ela. De nada lhe serviu ter a maior potência militar do mundo como amiga nem candidatar-se à UE e à NATO. As grandes fanfarronadas ocidentais sobre a democracia mostraram o que são, meras fanfarronadas.

O comportamento da UE, então, deveria ficar registado para sempre como caso de manual. Na hora da verdade, cada país regressou ao seu “egoísmo” nacional: os países fronteiros à Rússia (Polónia, República Checa, Repúblicas bálticas, Suécia e Finlândia) mais a Inglaterra exigiram firmeza; a França, a Alemanha e a Itália exigiram moderação; e o resto vogou na mais olímpica indiferença.

Ou seja, de um dia para o outro, a Europa passou de ser a mais maravilhosa união política da humanidade para uma simples colecção de Estados incapazes de se entenderem sobre ameaças nas suas fronteiras (...)»



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!