A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2006-12-04

A pose do abutre


Os abutres de volta da carniça


Uma coisa que se percebeu logo que se soube as linhas com que se cosia o Novo Regime de Arrendamento Urbano é que os senhorios iriam obter rendas mais elevadas mas, UM GRANDE MAS, teriam de fazer obras de conservação e pagar mais impostos... Estava mesmo a ver-se que era aqui que começariam os truques e malabarismos. Leiam o DN de hoje para ver como.

Longe de mim não reconhecer que o imobilismo (de décadas!) nas rendas teve consequências muito nefastas e, em muitos casos, correspondeu a uma objectiva desapropriação dos prédios de que o senhorio é/era proprietário.

Mas se reconheço isso não posso também deixar de dizer que muitos senhorios têm um comportamento social que mais os faz parecer abutres do que cidadãos de pleno direito a reclamar o justo pagamento pelo serviço que prestam ao arrendarem os seus prédios.

A Associação Lisbonense de Proprietários, vá-se lá saber porquê, tem sempre assumido esta pose de ave necrófaga. Desde que me recordo – e já lá vão muitos anos – ao ouvir os seus dirigentes falar sinto sempre a mesma emoção: percorre-me um arrepio de nojo semelhante ao que sinto quando vejo os abutres a cairem sobre a carcaça de um animal semi-morto. Porque será?

DN : «Muitos senhorios estão a propor aos seus inquilinos acordos informais à margem da nova lei. Esta via permite aos proprietários acelerar o processo de actualização da renda, antecipando o aumento, e evitar o agravamento do imposto municipal sobre imóveis que decorreria da reavaliação das casas. (...)»



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!