A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2008-09-08

O não exercício da autoridade do Estado...

NeoLiberalismo (25K)
Neoliberalismo, a peste (política) do nosso tempo

José Pedro Aguiar-Branco no Meia-Hora de hoje critica as políticas que têm vindo a ser seguidas de destruição do bom-nome de estruturas profissionais a quem compete exercer a autoridade e relaciona-as com a actual situação de crise que se vive no plano da justiça, da segurança, ou do ensino.

Concordo inteiramente com as suas palavras mas não me iludo atribuindo a responsabilidade exclusivamente a este Governo ou ao PS.

Infelizmente, neste como noutros domínios, o Governo tem tomado muitas medidas que o próprio PSD - se estivesse no poder - teria tomado. Isto é muito mais um problema de modas políticas, de pensamento neo-liberal, do que propriamente uma questão do poder estar a ser exercido pelo PS ou pelo PSD.

«(...) O Governo, na época do “peito feito”, atacou as magistraturas, desinvestiu nas polícias de segurança, ameaçou de dedo em riste tudo e todos – no que os professores foram o expoente de referência – minando, junto da sociedade, das pessoas, a imagem de autoridade que tem de estar associada a essas estruturas.

Ao destruir o bom-nome dos que directamente junto dos cidadãos são responsáveis pelo exercício da autoridade – seja na justiça, seja na segurança, seja no ensino – o governo estimulou uma certa forma de “poder popular” que, aqui e acolá, foi tendo uma crescente expressão. Agressões a juízes em pleno tribunal, destruição de culturas em propriedades privadas – perante a passividade da GNR –, bloqueios de estradas por camionistas ou agressões concretizadas a professores em estabelecimentos de ensino.

O não exercício da autoridade do Estado ou o seu não exercício em tempo oportuno é a primeira das razões para a existência de um sentimento de impunidade que, necessariamente, encoraja à prática de comportamentos criminosos. (...)»



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!