A Lei do Funil

Larga para alguns (poucos), estreita para todos os outros!

Aqui se fala, umas vezes a sério outras a brincar, de coisas que nos irritam, alegram, entristecem ou, muito simplesmente, nos enfadam.

2009-03-29

Há sempre quem avance com rasteiras ao progresso...


«Suponhamos que sim, alguns Magalhães, distribuídos a custo zero às crianças mais pobres, vão parar à Feira da Ladra. Que me diz isso? Sobre o Magalhães, nada.

Como a invenção suméria da escrita cuneiforme, que levou ao alfabeto grego, que levou aos pergaminhos medievais, que levou à tipografia de Gutenberg, que levou à Internet, não é responsável pelas tolices de um qualquer imbecil numa caixa de comentários de um blogue.

Se os Magalhães são vendidos na Feira da Ladra é porque uns pais burros fecham os olhos à tolice dos filhos ou, pior, porque uns pais criminosos encurralam os filhos na ignorância.

A segunda geração das famílias mafiosas tem os filhos formados em Finanças nas melhores universidades: será que é de criticar Harvard por a contabilidade da Mafia conseguir escapar aos impostos como Al Capone não pôde? O Magalhães (como a escrita dos sumérios, como a Universidade de Harvard ou a invenção do lápis) é um passo em frente.

A campanha contra o Magalhães só confirma que quando se avança há sempre quem avance com rasteiras»



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!